Festival das Neves

De Crônicas de Atlântida - Wiki

Festival das Neves (em senzar, Zodzid) é uma festa de três dias em Atlântida que começa no dia 1º de Neves, início do inverno (ver Calendário senzar). Embora neve em Atlântis seja raríssima, é o mês em que começam a cair nevascas nas montanhas do Norte de Atlântida, acumulando o gelo que derrete na primavera e irriga e inunda a Grande Planície.

No Festival, fazem-se principalmente homenagens aos mortos, aos ancestrais e à história de Atlântida e de seus povos. Fazem-se representações de batalhas e outros grandes eventos do passado ou do mundo do além, na forma de danças e autos populares, usando-se máscaras e fantasias adequadas. O ritual mais central é o sorteio em cada comunidade de um casal de jovens que representam o "Casal Imperial das Neves", (Zid Luvatar) escolherem ministros, serviçais, soldados, concubinas e concubinos entre outros jovens e reinarem sobre as comemorações. Ao fim dos três dias, o casal simula sua morte e é chorado e simbolicamente enterrado pelos que participaram da festa.

Esse festival é dedicado em especial a Sozin e Kukiô, deuses da permanência e dos ciclos, e na cidade de Atlântis também a Quaxar e Atlás, tidos como seus fundadores.