Santar

De Crônicas de Atlântida - Wiki
(Redirecionado de Sahntahr)
Santar.jpg

O santar (Kisharofelis santar) ou jofu é um grande felino domesticável de Kishar, nativo de Lemté, mas também encontrado como animal doméstico em Atlântida. Os machos pesam em torno de 180 quilos, com 1,65 metro de comprimento, mais 80 centímetros de cauda e 90 centímetros de altura. As fêmeas são um pouco menores, pesando em média 160 quilos.

É um predador versátil e oportunista. Adapta-se a diversos tipos de ambientes – florestas, savanas e desertos – é astuto, excelente nadador, salta grandes distâncias e é capaz de escalar árvores e subir escarpas com surpreendente agilidade. Pode caçar em bandos, para capturar grandes presas, ou individualmente, para abater animais menores. É igualmente ativo de dia e de noite e pode caçar a qualquer hora.

Assemelha-se vagamente ao tigre, mas tem hábitos gregários, como o leão. Ao contrário deste, porém, os machos não têm papel dominante. Machos e fêmeas têm tamanho semelhante (ainda que as fêmeas sejam ligeiramente mais graciosas), participam igualmente das caçadas e rugem de forma igual, para afastar bandos rivais de seu território ou por pura diversão. Um bando reúne seis a dezoito adultos e um número semelhante de filhotes.

Reproduzem-se em qualquer época do ano. A gestação dura 100 a 120 dias e em geral nascem dois ou três filhotes em cada parto, com peso de 2 kg. São amamentados durante seis meses e chegam à maturidade sexual aos 3 ou 4 anos, quando parte deles abandona o bando e os demais se integram à dos pais. A longevidade média em liberdade é de 12 a 18 anos; em cativeiro, podem viver até 40 anos.

Se capturado ainda filhote, pode ser domesticado com mais facilidade que qualquer outro grande felino e se torna tão fiel ao dono quanto um grande cão e é consideravelmente mais inteligente – em média, tanto quanto golfinhos e macacos. A maior dificuldade em mantê-lo está em lidar com seu indomável instinto sexual – animais castrados perdem o viço e morrem rapidamente; animais sem parceiros tornam-se irritáveis e perigosos. Isto significa que só um homem rico pode de fato domesticá-los, pois é necessário possuir ao menos um casal – e cada adulto consome 7 kg de carne por dia. Muitas legiões atlantes têm santares à sua disposição do grupo de comando e os usa em combate.