Saia

De Crônicas de Atlântida - Wiki
Saias.jpg

Saia (giun em senzar), peça de tecido em forma de cone ou tubo que pende da cintura ou dos quadris, é um item de vestuário originado dos fomoris que tem muita aceitação entre os povos de Atlântida.

Enquanto os fomoris usam frequentemente saias longas (tergiun), consideradas como um traje social elegante e saias médias (duhgiun) no dia-a-dia, entre os senzares e tlavatlis quase só se usam saias curtas ou saiotes (ziagiun) como alternativa prática à tradicional tanga, principalmente em dias de calor e saias-aventais (kuhgiun), usadas sozinhas ou sobre outros itens de vestuário como proteção em vários tipos de trabalho braçal e artesanal, às vezes com desenhos e símbolos característicos da profissão ou da guilda e nesse caso denominadas (gorgiun). Há ainda um tipo de saia característico das prostitutas e prostitutos em serviço, conhecido como kegiun, longa e com aberturas laterais. Em todos os casos, saias e saiotes são usados indiferentemente por ambos os sexos.