Agora pode ser contado

De Crônicas de Atlântida - Wiki
Fantasiasurbanas1.JPG
Agorapode.jpg

Agora pode ser contado é um conto cujos principais eventos se passam em Atlântis, 72 anos antes dos acontecimentos de Crônicas de Atlântida: o tabuleiro dos deuses. Seu protagonista é Kimichin e nele também tem um papel Xikamat, que é uma das personagens secundárias do romance. Foi publicado na antologia Fantasias Urbanas, da Editora Draco.

Contos de Fantasias Urbanas

  1. "O Monge", de José Roberto Vieira
  2. "Heroína", de Tiago Toy
  3. "O Rei-Máquina", de Ana Cristina Rodrigues
  4. "A alma boa de Viens", de Rober Pinheiro
  5. "Onde termina o inferno", de Douglas MCT
  6. "A cidade perdida dos Limps", de Rafael Lima
  7. "Em nome das mães", de Erick S. Cardoso
  8. "Agora pode ser contado", de Antonio Luiz M. C. Costa
  9. "Antropomaquia", de Carlos Orsi

Ficha técnica de Fantasias Urbanas

  • Organizador: Eric Novello
  • ISBN: 978-85-62942-44-0
  • Gênero: Literatura fantástica
  • Páginas: 208
  • Preço de capa: R$ 39,90
  • Disponível desde 15/05/2012

Ligações externas

Apresentação no blog da Editora Draco:

Onde comprar o conto

Em e-book:

Onde comprar a antologia

Em papel e e-book:

Em papel:

Em e-book: