Cônsul

De Crônicas de Atlântida - Wiki

Cônsul, em senzar gortoh, é um dos chefes de uma guilda, associação ou instituto. Praticamente toda instituição civil ou religiosa atlante tem dois cônsules que a representam ante o Estado e outras instituições e respondem em última instância por suas decisões. São geralmente escolhidos pelos membros mais velhos ou de mais alta hierarquia conforme os estatutos de cada organização, os quais podem ou não especificar cônsules de sexos opostos e de determinadas idade, estatutos, clãs ou raças. Em geral, são eleitos de forma vitalícia ou até atingirem determinada idade, às vezes com mandato por tempo definido, mas sempre podem ser afastados, em conjunto ou separadamente, por decisão da maioria do conselho da instituição.

Costuma-se distinguir entre adgortoh, ou primeiro-cônsul, com mais antiguidade no cargo e egortoh, segundo-cônsul, eleito mais recentemente ou (quando eleitos simultaneamente) mais jovem, mas a diferença é apenas protocolar. Ambos têm autoridade e poderes equivalentes, embora possam dividir as responsabilidades entre si conforme sua conveniência. Qualquer documento em nome de uma associação desse tipo precisa ser validado pelo selo de ambos (confira anel de sinete).

O responsável por representar uma comunidade de estrangeiros em Atlântis ou em outra cidade importante é também chamado gortoh ou cônsul. Neste caso, não há necessariamente um par, pois sua organização depende de seus costumes próprios.