Calças

De Crônicas de Atlântida - Wiki

Calças (kahs em senzar) é um item de vestuário comum em Atlântida e em suas colônias orientais, principalmente em suas áreas urbanas, bem como em Agarta e na maior parte de Tuté e Ralté.

Suas origens estão provavelmente nas terras frias do norte que deram origem aos dengus e agartis, mas cedo foram adotadas por helcarianos e mugais e já eram comuns no Império Cari antes do reinado de Dagana e foram adotados pelos senzares que invadiram e conquistaram Atlântida após a unificação da ilha de Rutá por Atlás em 1616 dfA e pelos colonos atlantes que se estabeleceram nos vice-reinos do Oriente. Nas terras do Ocidente (Nemté e Muté) e nos reinos do sul de Rutá (Enté e Zaleté), o uso de calças ainda é raro e a maioria dos homens e mulheres se veste à antiga maneira senzar, ou seja, com tanga e poncho ou capa.

As calças usadas por agartis são geralmente de lã, justas, quentes e de cores uniformes ou de tartã. São usadas igualmente por homens e mulheres, com as devidas adaptações às respectivas anatomias.

No caso dos mugais, as calças são extremamente largas, tecidas em seda ou algodão e usadas apenas por homens.

As calças caris são leves, medianamente largas, tecidas em linho ou algodão, raramente seda, de cores neutras e suaves e frequentemente decoradas com bordados e brocados. São usadas tanto por homens quanto por mulheres.

As calças senzares são leves e largas como as caris, mas tingidas e decoradas de cores vivas, associadas ao clã do possuidor. São geralmente de cintura alta, frequentemente acima do umbigo e barra estreita, na altura do tornozelo. Podem ser presas por faixa de tecido, cordão ou, mais raramente, cinto de couro. São igualmente usadas por homens e mulheres, com diferenças sutis de corte e estilo.