Fordiá

De Crônicas de Atlântida - Wiki
Kurgal.gif

Fordiá ou magia de proteção é conhecida em Atlântida como escola Kurgal de magia. Seus praticantes são chamados fordia'an, termo que poderia ser traduzido como "exorcista" ou "antimago".

Os rituais que se baseiam neste estilo de magia baseiam-se principalmente no esvaziamento da mente e na meditação sobre enigmas análogos aos koans do zen-budismo. O praticante do estilo Kurgal é essencialmente um antimago, que põe a Ordem cósmica e a busca da justiça e da harmonia acima de todos os objetivos imediatos e é capaz de prevenir e anular todos os encantos de outros mágicos.

Este estilo tem a particularidade de independer totalmente tanto de Lugares mágicos quanto de Tempo astrológico.

As qualidades do exorcista se exprimem em coragem, disciplina, ordem e ausência de ciúme ou inveja. Compreender o ponto de vista alheio é uma virtude, mas afastar-se do caminho da justiça e da harmonia por interesses mundanos compromete seriamente não só sua honra, como também sua habilidade.