Vampiro

De Crônicas de Atlântida - Wiki

Vampiro, maan em senzar, é uma entidade criada por um mago (geralmente um tantrista, incorporador ou necromante) que consegue encantar um demônio mah e o aprisiona no próprio corpo. Com isso, o corpo do mago morre, mas a energia do demônio o mantém animado por tempo indefinido, desde que ele seja alimentado pela energia vital obtida do sacrifício de outros seres humanos, frequentemente, mas não necessariamente, efetuado por meio de seu dessangramento, com o vampiro rompendo-lhes as carótidas com os próprios dentes.

O princípio é semelhante ao que anima os mortos-vivos simás, mas enquanto nestes a personalidade humana é aniquilada e o corpo controlado pelo demônio, no maan o demônio e o corpo continuam sob o controle do mago. É uma magia rara, difícil e perigosa, geralmente tentada apenas por magos à beira da morte e sem outra possibilidade de se manterem vivos.