Página principal

Rama

De Wiki - Crônicas de Atlântida

Rama foi o Manu de Agarta de 2340 a 2374. Filho de Surya, o Terrível, havia sido encarregado pelo pai de continuar sua obra e conquistar o riquíssimo Império Mugal.

Pouco depois de subir ao trono recebeu, porém, notícias de que o Império Atlante se mobilizava para anexar o Império Cari, o que alteraria o equilíbrio estratégico do Ocidente. Depois de ameaçar Atlântida com a guerra, conseguiu, em 2348, um acordo de partilha que o permitiu ocupar as terras caris de Acaia, Bárria e Aíria, menos ricas mas estrategicamente valiosas e permitiria aos atlantes anexavar o coração da civilização cari, as regiões ricas e populosas de Musru e Kaldu.

Realizada a partilha do Império Cari, Rama voltou-se contra o Império Mugal, recorrendo a táticas extremamente cruéis e violentas para quebrar pelo horror e pela humilhação o povo que até então havia sido o mais próspero e refinado do planeta. A conquista dos mugais foi praticamente completada em 2358 dfA, com exceção do reino setentrional de Zhyaungto, que conseguiu resistir. Em seguida, Rama anexou oficialmente as terras selvagens de Sunda e Nungar e iniciou sua ocupação, embora até hoje não estejam inteiramente dominadas.

Iniciou, então uma campanha de conquista de Jambu, mas então foi sua vez de ser obrigado a aceitar um acordo de partilha com o Império Atlante, permitindo-lhe anexar a rica costa ocidental, a atual Duaraka. O acordo de partilha foi celebrado em 2365, mas os lemurianos de Jambu mostraram-se mais tenazes do que o esperado. A guerra prosseguiu até 2370 sem que os agartis e atlantes conseguissem eliminar totalmente sua resistência, aceitando, por fim, um acordo de tripartição do território.

Ferramentas pessoais
TOOLBOX
LANGUAGES
Acessos