Ofar

De Crônicas de Atlântida - Wiki

Ofar é uma cidade de 20 mil habitantes que depende de Atlântis e é a sede de sua região administrativa dos Bosques dos Amores. A um dia de viagem da capital por carruagem (cerca de 200 estádios) e cerca de 50 estádios do mar, é a primeira parada dos que viajam por terra de Atlântis para o leste e a última dos que se dirigem por essa rota antes de chegar à Capital. A maior parte dos habitantes são fomoris e senzares. Seus marcos mais notáveis são a casa de banhos termais, a pirâmide dedicada aos deuses senzares Fontis e Kedlon e o templo subterrâneo fomori de Toran e Atons. A Torannia, festa de Toran comemorada nos primeiros dias do mês de fahlced, é a mais importante festividade local.

Os morros e montanhas à sua volta abrigam florestas, pequenas propriedades, hospedarias e casas de veraneio para casais e famílias de médias posses da capital, enquanto o vale se dedica à criação de gado e produção de laticínios e verduras para Atlântis.