Tjurmyen

De Crônicas de Atlântida - Wiki
Revisão de 23h44min de 4 de janeiro de 2010 por Ictoon (discussão | contribs) (Nova página: '''Maav Tjurmyen''', em 2702 dFA, é uma jovem nemciós mugal que nasceu em Zjoey como hilota, filha de Lengkvaong e Moglaen. Ainda menina, fugiu da violenta rep...)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

Maav Tjurmyen, em 2702 dFA, é uma jovem nemciós mugal que nasceu em Zjoey como hilota, filha de Lengkvaong e Moglaen. Ainda menina, fugiu da violenta repressão do Império de Agarta para Atlântis, junto com o avô Bayguar e a madrinha Tjaokun. Graças a seu talento mágico, dedicação e apurado gosto estético, tornou-se uma das mais famosas bardas e artistas da capital imperial, interpretando espetáculos do mais alto nível para a aristocracia atlante. Com a morte do avô, tornou-se a última sobrevivente do clã Maav, outrora famoso pelo grande número de magos talentosos em suas linhagens.

De estatura baixa, cabelo negro e liso, miúda e delicada, é muito tímida quando não está atuando. É devota de Kintjur e sente atração por mulheres, mas ainda não teve relações sexuais. Meticulosa, detalhista e precisa, fala muitas línguas e é exímia instrumentista, compositora, poeta, pintora, escultora, ceramista e cozinheira. Sofre ainda com a lembrança da violência sofrida por ela e pela família em Zjoey.