Página principal

Hanmã

De Wiki - Crônicas de Atlântida

(Diferença entre revisões)
(Nova página: '''Hanmã''', Evaimon em grego, é basicamente uma liga de cidades-estado aristocráticas, dominada pela grande cidade de Hanmã, que controla a metade do comércio e da população do...)
Linha 1: Linha 1:
-
'''Hanmã''', Evaimon em grego, é basicamente uma liga de cidades-estado aristocráticas, dominada pela grande cidade de Hanmã, que controla a metade do comércio e da população do “reino”. O “rei” é, na prática, apenas o embaixador hereditário dessas cidades junto ao Atlas. A capital, assim como as cidades menores, é governada por um conselho, cujos assentos, quase todos nas mãos de grandes famílias de mercadores, são adquiridos por herança ou comprados.  
+
{{Reinos|
 +
| nome            = Hanmã
 +
| outro_nome      = Evaimon
 +
| capital        = Hanmã
 +
| população      = 13.000.000
 +
| área            = 265.000
 +
| grupos          = [[tlavatlis]] (50%), [[senzares]] (40%), caris (10%).
 +
| pop_capital    = 1.090.000
 +
}}
 +
'''Hanmã''', '''Evaimon''' em grego, é basicamente uma liga de cidades-estado aristocráticas, dominada pela grande cidade de Hanmã, que controla a metade do comércio e da população do “reino”. O “rei” é, na prática, apenas o embaixador hereditário dessas cidades junto ao Atlas. A capital, assim como as cidades menores, é governada por um conselho, cujos assentos, quase todos nas mãos de grandes famílias de mercadores, são adquiridos por herança ou comprados.  
O povo de Hanmã – não só os mercadores e os grandes proprietários de terra, como também os camponeses e pescadores – dá uma grande importância à prosperidade material. Seu prazer é acumular e ostentar tanta riqueza quanto possível.
O povo de Hanmã – não só os mercadores e os grandes proprietários de terra, como também os camponeses e pescadores – dá uma grande importância à prosperidade material. Seu prazer é acumular e ostentar tanta riqueza quanto possível.

Edição de 01h03min de 25 de Julho de 2009

Hanmã
[[Imagem:{{{bandeira}}}|200px]]
Também conhecido como:
Evaimon
População:
13.000.000 habitantes
Área:
265.000 km²
Grupos étnicos:
tlavatlis (50%), senzares (40%), caris (10%).
Capital:
Hanmã
População da capital:
1.090.000 habitantes


Hanmã, Evaimon em grego, é basicamente uma liga de cidades-estado aristocráticas, dominada pela grande cidade de Hanmã, que controla a metade do comércio e da população do “reino”. O “rei” é, na prática, apenas o embaixador hereditário dessas cidades junto ao Atlas. A capital, assim como as cidades menores, é governada por um conselho, cujos assentos, quase todos nas mãos de grandes famílias de mercadores, são adquiridos por herança ou comprados.

O povo de Hanmã – não só os mercadores e os grandes proprietários de terra, como também os camponeses e pescadores – dá uma grande importância à prosperidade material. Seu prazer é acumular e ostentar tanta riqueza quanto possível.

O território é uma estreita faixa de terra, de clima ameno, mas relativamente árido, salvo nos vales irrigados pelos rios que descem das montanhas. Os mercadores de Evaimon controlam uma grande parte do norte do continente de Muté, cujas riquezas explora sistematicamente.

Ferramentas pessoais
TOOLBOX
LANGUAGES
Acessos